terça-feira, 30 de maio de 2017

Diferenças entre amor e paixão

http://vilamulher.uol.com.br/imagens/vilamulher/thumbs/2016/09/13/quadrinhos-mostram-a-diferenca-entre-amor-e-paixao46-thumb-570.jpg
Paixão e amor são dois sentimentos muito fortes, mas isso já sabemos... E por mais que estejam relacionados, são totalmente distintos, e é nesta parte que a confusão começa!
Você sabe identificar o que caracteriza a paixão e o amor? Psicólogos, filósofos e até mesmo neurologistas se dedicam a estudar estes sentimentos e a delimitar as diferenças de cada um.
Para não errar na hora de se declarar, saiba reconhecer se o que você sente é amor ou paixão!

Fatores de atração

A psicologia define a paixão como a manifestação do fenômeno da projeção, ou seja, quando a pessoa projeta suas idealizações no parceiro(a).
Isso quer dizer que, quando estamos apaixonados somos atraídos pela idealização que fazemos do próximo, e não necessariamente pela pessoa como verdadeiramente é.
Normalmente, quando estamos apaixonados as características que mais nos atraem são as físicas, sejam os belos olhos, os lábios, a pele suave ou o sorriso, por exemplo.

Já com o verdadeiro amor conseguimos enxergar muito além das aparências, identificamos a chamada "beleza interior" da pessoa, ou seja, os seus valores, a sua autenticidade e personalidade acabam por ser tão ou mais excitantes do que um belo sorriso.
As ilusões também desaparecem com o amor. As pessoas que se amam verdadeiramente conseguem identificar as qualidades e os defeitos do parceiro e, mesmo com as brigas, optam por lidar com as adversidades em prol de uma vida a dois.

Quando começa e quando termina?

coração partido
Vários autores descrevem a paixão como um "sentimento avassalador" e, assim como uma grande tempestade, costuma fazer muito estrago, mas uma hora ou outra acaba por chegar ao fim...
Alguns estudos sobre o comportamento humano dizem que a paixão pode durar algumas semanas ou anos (1 a 2 anos, em média). Após este período, das duas uma: fim de relacionamento ou início de uma história de amor.

Ao contrário da paixão, o amor não acontece à "primeira vista". Este sentimento é bastante profundo e complexo, sendo necessário um longo período de tempo para que possa se desenvolver.
E engana-se quem pensa que o amor é garantido para todo o sempre. Sim, os amores podem chegar ao fim! Mas, para que isso não aconteça, o casal nunca deve deixar de se empenhar em respeitar, cuidar e ser sinceros um com o outro.
Saiba mais sobre o significado da paixão.

"O fim de semana ideal"

casal na bicicleta
Em outras palavras: qual o programa perfeito para você e seu parceiro(a)?
Como a paixão é uma fase mais intensa, existe a necessidade de “viver intensamente” a relação, por isso é comum que os casais apaixonados queiram estar constantemente na companhia um do outro, seja num jantar romântico com vista mar ou deitados no sofá escolhendo uma série qualquer na Netflix!
Atenção, não significa que no amor não exista esta preocupação ou vontade, mas quando amamos não estamos presentes apenas para os programas divertidos e românticos, mas também para aquilo que sabemos que é importante para o companheiro(a), mesmo que seja a coisa mais chata do mundo para você.

Resumindo: amar é apoiar incondicionalmente o próximo, fazendo com que mesmo os programas mais chatos - como assistir a um seminário sobre astrofísica ou ir no aniversário dos sobrinhos do parceiro(a) – sejam ótimos, apenas por ver o rosto de satisfação e felicidade da pessoa que você ama.

Como enfrentam os momentos de crise?

Alguns autores consideram a paixão como a “fase de lua de mel” da relação, onde as brigas ainda não são tão constantes. Mas, elas sempre acabam por chegar. Sempre.
E quando isso acontecer, talvez seja uma boa oportunidade para você refletir sobre os seus verdadeiros sentimentos para com o seu parceiro(a).
casal brigando
As brigas existem (e muito) mesmo entre as pessoas que se amam, a diferença entre os momentos de crise na paixão e no amor é o modo como lidamos com as situações.
Se você simplesmente não admite cedências para apaziguar uma situação de conflito, preferindo apenas “fugir” dos dramas e evitar confusões, então ok, talvez esta pessoa não seja mesmo o “amor da sua vida”.

O amor é feito de trocas e consensos. Podemos até ficar irritados e querem nos afastar, mas quando brigamos com quem amamos verdadeiramente, a vontade de pôr os pingos nos i’s e achar uma solução para a crise fala sempre mais alto. Nestes momentos é importante que ambos estejam abertos a compreender não apenas quem são como indivíduos, mas também os sentimentos e pontos de vista do parceiro.
Diálogo e compreensão são dois ingredientes importantes num relacionamento amoroso de sucesso!
dando amor

O que é mais importante na relação?

Se a primeira coisa que você pensa quando reflete sobre a sua relação é a maravilhosa química "carnal" que vocês têm, então é provável que o amor ainda não tenha batido a sua porta.
Não interpretem mal, esse tipo de contato íntimo é essencial em qualquer relação amorosa… Mas, no amor, o sexo está longe de ser a coisa mais importante. Quando amamos queremos a garantia da felicidade da pessoa amada, e o desejo de cuidar e ajudar o parceiro(a) a conquistar os seus sonhos e objetivos mais audaciosos.

A coisa mais importante no amor é justamente isso: lutar e garantir a felicidade de quem você ama! Lembrando que este sentimento precisa ser mútuo para que a relação se mantenha, caso contrário, é provável que a pessoa que está contigo não seja a “destinada” a receber todo o amor que você tem a dar.
E por fim, amar também é saber dizer adeus.
homem pedindo mão da mulher
Ah, e não esqueçamos que o amor pode ir muito além do que o tradicional "amor romântico", ok? O amor tem muitas formas e manifestações, você só precisa encontrar a sua!

Saiba mais sobre o Amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

10 dados curiosos sobre os hábitos sexuais dos brasileiros

O Sexlog , revelou alguns dados curiosos sobre os hábitos sexuais dos brasileiros. Com mais de 6 milhões de usuários cadastrados, a ma...